Como entrar na faculdade? Entenda quais as formas de ingresso para graduação

Pensando em conquistar seu diploma do ensino superior, mas ainda não sabe como entrar na faculdade? Essa dúvida é muito comum, afinal, existem alguns processos diferentes para cada tipo de instituição. Hoje a gente vai falar sobre quais são as opções e muito mais. Confira.

Como entrar na faculdade?

Existem algumas formas diferentes de entrar na faculdade, confira todos eles:

Vestibular

Esta é uma das formas mais tradicionais de entrar em uma instituição de ensino superior. 

Consiste em um processo classificatório, que ocorre em instituições públicas e particulares, podendo ter mais de uma fase. 

No passado, o vestibular era a única forma de entrar para a faculdade, no entanto, a partir do ano 2000, as instituições públicas também passaram a utilizar o Enem como forma de ingresso, mas sobre isso falaremos melhor depois.  

Vestibular único ou agendado

Vestibulares em instituições públicas podem acontecer de maneira única, ou seja, uma vez por ano, onde todos os candidatos inscritos no processo se dirigem ao local, numa mesma data, para realizar o exame.  

Algumas instituições também aplicam mais de uma prova para afunilar a quantidade e a qualidade dos candidatos. 

Além disso, para alguns cursos específicos, algumas instituições também podem incluir nas fases de classificação uma prova de habilidades, por exemplo, para cursos como dança ou moda.

Essas provas podem ser realizadas na própria instituição ou em outros locais. Além do vestibular único, existe o agendado. Eles são realizados, geralmente, em instituições particulares, onde o aluno escolhe entre as datas disponíveis para fazer a prova.

Esse modelo de vestibular é feito de forma independente por cada IES (Instituição de Ensino Superior), assim, os interessados podem se inscrever em diversos processos, tendo mais chance de passar em um deles.

Vestibular presencial e online

Em instituições particulares, o vestibular pode ocorrer tanto presencialmente quanto online, diferente de instituições públicas, onde hoje ocorre apenas de maneira física.

As IES também possuem liberdade para definir como são as provas, podendo ser testes com poucas questões ou apenas uma redação.

Enem

Hoje, o Exame Nacional do Ensino Médio é o principal meio de entrada nas instituições de ensino superior. Isso acontece porque a nota do exame pode ser usada para entrada em universidades públicas ou particulares.

Em instituições públicas através do Sistema de Seleção Unificada-Sisu 

O Sisu foi criado pelo Ministério da Educação em 2010 e passou a ser adotado pela maioria das instituições públicas. O Sisu é um sistema informatizado em que vagas públicas são oferecidas para participantes do Enem. A classificação acontece pela nota de corte, que é a última nota do candidato classificado. 

Pelo Sisu, as vagas são abertas para o primeiro e segundo semestre, duas vezes por ano, de maneira gratuita. Além disso, quem passa pelo Sisu, normalmente, não precisa fazer vestibular para entrar em instituições públicas, mas vale pesquisar, porque pode mudar de instituição para instituição. Isso acontece porque algumas separam uma porcentagem para entrada pelo Enem, deixando o restante para o vestibular próprio. 

Substituindo o vestibular

A nota do Enem também pode substituir o vestibular próprio em algumas instituições particulares. No entanto, isso é determinado por cada organização, portanto, é válido consultar na que tem interesse. Geralmente, a última nota no exame, a partir de 2010, em qualquer edição, pode ser aceita como ingresso.

Essa regra pode não ser aplicada para alguns cursos, por exemplo, medicina, pois normalmente possui um processo de seleção à parte.

Complementando a nota

A nota do Enem também pode ser usada como um complemento da nota do vestibular. Normalmente, apenas a última edição é válida, além de depender muito de cada instituição. Vale conferir o edital de convocação para saber se essa opção está disponível.

ProUni

O Programa Universidade para Todos foi criado em 2004 e permite que os alunos consigam bolsas de desconto em instituições particulares por meio da nota do Enem. O desconto conseguido no ProUni não depende apenas da nota, mas também de outros fatores, como renda familiar ou ter cursado o ensino médio em escola pública.

Transferência

A transferência pode acontecer de um curso para outro, ou seja, na mesma instituição, ou para outra instituição para o mesmo curso ou um diferente.

Nos casos de transferência de curso ou faculdade, normalmente, não precisa fazer outra prova, mas precisa apresentar o histórico do curso, identificar as disciplinas cursadas e a documentação de identificação.

Além disso, pode ser necessário fazer um novo processo seletivo ou usar a nota do Enem, pois depende de instituição para instituição. As disciplinas podem ser reaproveitadas, mas a nova organização analisa caso a caso, assim como as vagas disponíveis.

Segunda graduação

Também existe a possibilidade de ingresso na faculdade para pessoas que já possuem uma graduação no ensino superior. Nesses casos, o graduado busca uma segunda titulação e não precisa realizar o vestibular.

No entanto, se busca uma segunda graduação em uma universidade pública, pode ser necessário apresentar a nota do Enem de anos anteriores. Na Universidade Federal de Fortaleza, por exemplo, precisa ter uma nota mínima de 500 em uma das 4 últimas edições do exame.

As exigências para a segunda graduação dependem de instituição para instituição, por isso, analise editais e informativos para saber exatamente como funciona.

Essas são as maneiras de ingressar na faculdade.

O que observar antes de ingressar na faculdade?

Você já sabe o caminho que precisa recorrer para iniciar o tão sonhado ensino superior. No entanto, existem algumas situações a observar antes de ingressar nessa etapa.

Decidir qual o tipo de graduação no ensino superior

Hoje existem três tipos de grau acadêmico no ensino superior, sendo eles: bacharelado, licenciatura e tecnólogo. A principal diferença entre os tipos de graduação é o objetivo, confira:

Bacharelado

Confere o grau de bacharel e tem foco em um conhecimento mais amplo e geral sobre uma determinada profissão. Um formado nesse tipo de graduação pode atuar em diversos segmentos dentro da sua área.

Os cursos de bacharelado duram em torno de 4 a 5 anos e o aluno já sai apto para ingressar na profissão. Bacharéis também podem se tornar docentes, no entanto, precisam de uma complementação pedagógica (generalista ou específica) para o ensino básico e uma pós-graduação em mestrado para o ensino superior.

Licenciatura

Diferente do bacharelado, a licenciatura é focada diretamente na docência. Isso quer dizer que um licenciado sai da graduação pronto para assumir a profissão de professor no ensino básico. No entanto, também pode se tornar um docente do ensino superior por meio da pós-graduação em mestrado.

A duração média dos cursos de licenciatura é a mesma do bacharelado, entre 4 e 5 anos.

Tecnólogo

O tecnólogo, graduação tecnológica ou curso de tecnologia, é um tipo de graduação superior com foco em campos específicos de atuação no mercado de trabalho. Durante o curso, os alunos aprendem as aplicações práticas e mais técnicas de uma profissão.

Por ser mais específica, a graduação tecnológica tem uma duração menor, com cerca de 2 ou 3 anos.

Esses são os tipos de graduação no ensino superior, que para qualquer um dos escolhidos, os tipos de ingresso que citamos anteriormente são válidos.

Modalidade de ensino

É possível cursar a graduação superior em três modalidades de ensino diferentes, que são: presencial, semipresencial e EAD.

Presencial

A modalidade presencial é a forma mais tradicional. Nela, o aluno precisa se dirigir à unidade física da instituição de ensino nos dias das disciplinas em que está inscrito para assistir às aulas. As provas também ocorrem de maneira presencial. Mesmo na modalidade presencial, a IES pode ter disciplinas online, no entanto, não pode ultrapassar 20% da grade curricular.

Ensino a distância

Na modalidade EAD, para o aluno assistir às aulas, precisa acessar o portal da faculdade e acompanhar as aulas gravadas. Essas aulas também podem ser em tempo real por videoconferência, onde os alunos são convocados com antecedência para poderem comparecer.

Nessa modalidade também é necessário que os alunos tenham um suporte presencial, por isso, mesmo uma instituição EAD precisa de uma unidade física. Normalmente, as provas são feitas presencialmente.

Semipresencial

Na modalidade semipresencial, o curso não é feito totalmente a distância, mas também não é 100% presencial, assim, é uma modalidade mista. Normalmente, ocorrem encontros de maneira presencial algumas vezes por mês, agendados previamente para que os estudantes possam se organizar.

Para escolher a melhor modalidade, analise qual atende melhor a sua rotina e as suas necessidades. Por exemplo, se você possui dificuldade para acompanhar aulas online, pode ser mais interessante escolher a presencial. Por outro lado, se sua rotina costuma ser muito puxada, o EAD ou semipresencial podem ser boas opções, afinal, possuem mais flexibilidade.

Escolha uma instituição reconhecida pelo MEC

Existem muitas ofertas de instituições de ensino superior, com diversos tipos de graduação e que atendem a mais de uma modalidade de ensino, no entanto, é preciso observar alguns pontos:

  • Antes de se inscrever, verifique se a IES possui reconhecimento pelo MEC, ou o seu diploma não será válido
  • Escolha uma instituição com professores com mestrado e doutorado
  • Pense sobre a localização, afinal, mesmo em EAD precisará se dirigir à instituição em algum momento
  • A estrutura física precisa ser boa, afinal, em algum momento você deverá comparecer à instituição e, caberá a ela, proporcionar conforto e segurança
  • Verifique se a instituição possui laboratórios e atividades extras, como palestras e eventos do seu curso, pois isso será muito importante na sua formação como profissional

Essas são as dicas para escolher uma instituição de ensino superior para ingressar. Se você quer tudo isso e muito mais, a Unifor é o lugar certo! Eleita a melhor instituição de ensino superior particular do Brasil, a Universidade de Fortaleza está pronta para receber você.

Clique para participar do processo seletivo e concorrer a vaga dos seus sonhos. 
Receba seu e-Book gratuitamente

Guia de Profissões Unifor

Receba seu e-Book gratuitamente