Como HQs podem se relacionar com o Direito?

Oi!

Você gosta de história em quadrinhos? 

Normalmente associadas ao público infantil, as HQs também têm muito a ensinar para quem já passou dessa fase.

Se você é aluno(a) ou tem interesse na área do Direito, saiba que essas histórias ilustram ensinamentos importantes para quem pretende construir uma carreira na área.

Confirmando o caráter educativo desse tipo de narração, convidamos o professor do curso de Direito da Unifor, Daniel Camurça, para nos explicar de que forma podemos relacionar HQs aos temas jurídicos.

Capas Clássicas de Quadrinhos em Gif – Créditos: Kerry Callen

Jovem, imaturo e super-herói 

O homem-aranha é jovem, imaturo, não sabe como as coisas devem proceder, mas tem a missão de ser um super-herói. 

Entender a confusão do personagem sobre o que é ou não moralmente aceito é possível e nada melhor do que fazê-lo sob a ótica do Direito. Olha só:

Já bem mais seguro dos seus poderes, nosso herói ainda não entende exatamente a sua função no mundo.

Mas amadurecer é inevitável e, após uma sucessão de acontecimentos ruins, só restará aceitar as responsabilidades.

Vingança ou Justiça?

Consciente dos seus poderes e do novo papel que exerce na sociedade, o homem-aranha vê-se disposto a ajudar quem precisa. 

Mas talvez seguir as leis seja um pouco demais?

Pela manhã, advogado. À noite, Demolidor.

Convicto de que estava agindo corretamente, um menino salva um idoso de um acidente, mas provoca outro que o torna super-herói. 

Conhece essa história?

Para entender e agir com mais assertividade diante dos conflitos, estudou Direito e garantiu sua atuação nas duas atividades - afinal, quem nunca pensou em estudar pela manhã e salvar o mundo à noite?

Tribunal nada convencional

Sim, super-heróis também costumam se encrencar. Apesar de sempre tentarem fazer a coisa certa, os métodos nada convencionais provocam, às vezes, mais destruição do que calmaria.

Quem vai pagar pelos vidros quebrados, prédios destruídos e estradas despedaçadas?

Eu sou Peter Parker

Preocupados se deveriam ou não revelar suas identidades e serem julgados pelos erros que cometeram, nossos heróis chegam a um momento crítico. 

Responsabilidade civil, que chama?

Gostou do tema?

Prepare-se para participar do IV Colóquio Justiça em Quadrinhos e Filosofia do Direito da Unifor, um evento semestral organizado pelos Grupos de Pesquisa em Filosofia do Direito e Justiça em Quadrinhos, ambos pertencentes ao Centro de Ciências Jurídicas.

O objetivo do evento é promover debates sobre as diferentes faces do Direito, seja dentro das questões jusfilosóficas ou por meio das atuais mídias.

Com ampla programação, a edição deste ano será realizada nos dias 26 e 27 de abril, com transmissão pelo canal do YouTube da TV Unifor.

Aguarde mais informações!

Estude Direito na Unifor

Uma das graduações mais tradicionais do país, o curso de Direito da Universidade de Fortaleza é nacionalmente reconhecido por sua excelência acadêmica e pedagógica.

Com a nota máxima (5) na avaliação do Ministério da Educação, o curso oferece uma formação humanista com foco na ética, responsabilidade social e fortalecimento dos valores constitucionais.

Contando com um corpo docente de alta qualificação, em sua maioria mestres e doutores, e ensino que alia teoria à prática, o aluno poderá vivenciar o exercício da profissão no Escritório de Prática Jurídica (EPJ), onde orientado e supervisionado por professores, poderá realizar atendimentos comunitários desde os primeiros semestres do curso.  

+ CLIQUE AQUI PARA CONHECER MAIS SOBRE O CURSO E SE INSCREVER GRATUITAMENTE