Provas do Enem 2021 serão aplicadas nos dia 21 e 28 de novembro

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 será aplicado nos dias 21 e 28 de novembro. O cronograma do exame foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) em 2 de junho, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os interessados em participar do Enem 2021, versão impressa ou digital, poderão fazer a inscrição no período de 30 de junho a 14 de julho, na Página do Participante.

Todos os interessados em fazer o Enem 2021 devem se inscrever, independentemente de terem adquirido a isenção da taxa ou não, bem como terem realizado a justificativa de ausência no Enem 2020. O Inep ressalta que esses procedimentos não garantem a inscrição. Acesse aqui a Página do Participante.

Mudanças desta edição

A novidade deste ano é que as duas versões do Enem 2021 (impressa e digital) terão as mesmas provas, com itens iguais, aplicadas nas mesmas datas. Vale destacar que o Enem Digital é exclusivo para quem já concluiu o ensino médio ou que está concluindo essa etapa em 2021. Assim, os participantes que desejarem fazer o exame para fins de autoavaliação — os chamados “treineiros” — devem se inscrever para o Enem 2021 impresso.

Na inscrição, o participante deve informar número do CPF e data de nascimento. Os dados devem ser iguais aos cadastrados na Receita Federal, para não inviabilizar a correspondência entre as informações. O Inep não aceita inscrição com CPF em situação irregular na Receita Federal.

Ainda na inscrição, o participante deve indicar qual modalidade do Enem 2021 deseja realizar, se a impressa ou a digital. Após concluir a inscrição, não será possível alterar  dados nem a versão escolhida.

Enem Digital

O Instituto disponibilizará 101.100 inscrições para os primeiros participantes que optarem pelo Enem 2021 Digital, conforme distribuição das vagas previstas no anexo I do Edital no 29 de 1º de junho de 2021, que dispõe sobre as diretrizes, os procedimentos e os prazos para os inscritos na versão digital.

O participante que necessitar de atendimento especializado deve informar, já no ato da inscrição, as condições que motivam a solicitação: baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, transtorno do espectro autista, discalculia, gestante, lactante, idoso e/ou pessoa com outra condição específica.

O Inep lembra que a necessidade de recurso de acessibilidade diferente dos expostos no edital do Enem 2021 Digital será assegurada no edital do Enem 2021 impresso. O prazo para solicitação de atendimento especializado é o mesmo da inscrição, de 30 de junho a 14 de julho.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep