O que é graduação e quais as opções? Veja aqui

Independentemente se está terminando o ensino médio ou já se aventura no mercado de trabalho, é muito importante saber o que é uma graduação. 

Ela é fundamental para conseguir as melhores vagas de emprego, conquistar um aumento, ou mesmo para dar o primeiro passo em uma carreira de sucesso. 

Aqui você vai entender o que é graduação, como fazer, por que fazer e quais os tipos e modalidades disponíveis.

O que é graduação?

A graduação é a palavra dada para o primeiro título de nível superior. Ela é a fase após o ensino médio, ou seja, a fase universitária.

Explicando melhor, a graduação é usada para se referir à formação que capacita uma pessoa a exercer uma profissão que necessita de nível superior, por exemplo, médico, odontologista, enfermeiro, arquiteto, engenheiro ou contador. 

Além disso, a graduação também capacita a exercerem profissões mais generalistas, por exemplo, um administrador pode ser um gestor financeiro ou trabalhar com recursos humanos.

Como fazer uma graduação?

Como você viu, a graduação é a fase após o ensino médio e, consequentemente, é preciso ter o diploma dessa fase escolar.

Além de ter o certificado do ensino médio, para iniciar uma graduação, é preciso fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) ou o vestibular próprio de uma instituição de ensino superior. 

Hoje existem três maneiras diferentes de cursar a graduação superior, sendo: bacharelado, licenciatura e tecnólogo.

Bacharelado

O bacharelado é a maneira mais tradicional de ensino superior. Possui uma formação mais ampla, capacitando os alunos a compreenderem todos os aspectos de uma área, de maneira geral. Os cursos desse tipo de graduação possuem uma duração média de 4 a 5 anos.

Os alunos saem aptos para atuar no mercado de trabalho, pois terão os principais conhecimentos da sua área de estudos.

Embora possua uma formação ampla, bacharéis podem se especializar em uma área posteriormente, além de fazer mestrado para seguir a carreira acadêmica.

Algumas graduações em bacharelado são:

Licenciatura

A diferença da licenciatura para o bacharelado é o objetivo da formação. Enquanto a anterior é mais generalista e voltada para o mercado de trabalho, a licenciatura tem como objetivo a carreira de docente. Assim, licenciados saem da graduação aptos para serem professores do ensino básico, fundamental ou médio. 

Formados em pedagogia podem ser professores dos primeiros anos do ensino fundamental. No entanto, para serem professores dos anos finais do fundamental e do ensino médio, é necessário ter uma formação específica, como geografia ou física. A duração dos cursos também possui a mesma média do bacharelado, ou seja, de 4 a 5 anos. 

Alguns cursos em licenciatura são:

  • Pedagogia
  • Química
  • Matemática
  • Ciências biológicas
  • Filosofia
  • Educação física
  • História

Tecnológico

O tecnológico, tecnólogo ou graduação tecnológica é uma modalidade mais voltada para o mercado de trabalho. Por essa razão, o curso tem uma duração menor, em torno de dois ou três anos.

Assim como as modalidades anteriores, o tecnológico também se diferencia pelo seu objetivo, pois ele tem como propósito suprir demandas do mercado de trabalho. Com o diploma dessa graduação, o indivíduo já sai apto para ser inserido em setores profissionais práticos.

Algumas opções de graduação tecnológica são:

Modalidades de graduação

Além dos tipos de graduação, também é importante saber que existem três modalidades de ensino diferentes, sendo: presencial, semipresencial e EAD.

Presencial

A modalidade presencial é a mais comum entre as três, afinal, foi a pioneira. Nela, os alunos precisam comparecer à instituição de ensino superior nos dias da semana em que estão matriculados nas disciplinas. Todas as atividades, geralmente, ocorrem presencialmente, como provas, apresentações de trabalho ou desenvolvimento de projetos.

Na modalidade presencial, algumas aulas de disciplinas específicas podem acontecer online, dependendo da instituição.

EAD

Na modalidade de Ensino a Distância (EAD) os alunos não precisam se dirigir à instituição de ensino para assistir às aulas, estas que podem ser ao vivo ou gravadas.

Os estudantes assistem online na plataforma da instituição e as provas também podem ocorrer tanto presenciais quanto a distância.

Semipresencial

A modalidade semipresencial fica entre as duas modalidades, pois as aulas acontecem tanto presenciais quanto online, gravadas ou ao vivo.

Normalmente, as provas ocorrem de maneira presencial, assim como existem atividades em que o aluno precisa comparecer à instituição, porém ele deve ser previamente avisado.

Por que você deve fazer uma graduação?

Para ter uma profissão

A graduação é uma das melhores formas de se ter uma função, pois, durante o curso, você aprende as vertentes e as práticas relacionadas a determinada ocupação.

Por exemplo, digamos que você trabalha na área da construção, tem muita noção de materiais, estruturas, fases e gerenciamento de obras. Isso é ótimo! No entanto, provavelmente, tem muitos outros assuntos práticos e teóricos que precisa conhecer.

Além disso, toda a experiência que tem vai fazer muita diferença após a graduação, mas enquanto isso, não pode fazer metade do que poderia com um diploma. Não precisamos falar da possibilidade de uma remuneração bem maior, não é?

Embora tenhamos usado esse exemplo, a graduação não precisa ser algo com o qual já tenha algum conhecimento prévio. Basta que escolha algo que se interesse, se veja atuando na área e estudando sobre seus temas durante o curso.

Existem outras formas de adquirir uma profissão, como com cursos técnicos, no entanto, os diplomas de graduação podem ser bem mais valorizados, afinal é ensino superior. Além disso, a maioria das profissões precisa do curso superior para atuação, por exemplo, enfermeiro, dentista, engenheiro, arquiteto ou professor.

Conseguir um emprego mais fácil

A exigência do ensino superior em vagas de emprego é cada vez maior. No entanto, mesmo sem a exigência de uma graduação específica, os candidatos que estejam cursando uma graduação ou que sejam graduados possuem mais chances de conseguir um emprego.

Isso acontece porque um diploma do ensino superior comprova que o candidato concluiu a graduação que o habilita para uma profissão. Mesmo que a vaga não seja específica para um curso, as habilidades adquiridas nas aulas práticas e teóricas serão um diferencial.

Como já deve saber, o mercado de trabalho está cada vez mais concorrido e quanto mais qualificação tiver, mais chances você terá.

Salários melhores

Além de mais chances na hora de concorrer a uma vaga, ter o diploma do ensino superior pode garantir uma remuneração mais alta.

A OECD reuniu, em 2021, dados sobre a educação de 46 países, incluindo Brasil, Índia e África do Sul. Esse estudo concluiu que a remuneração do brasileiro com ensino superior pode ser 144% maior do que para aqueles que possuem apenas o diploma do ensino médio.

Então, se você quer ter uma boa remuneração, comece pela graduação.

Networking

O ensino superior também é uma ótima oportunidade para fazer novos amigos, mas também ter contatos dentro da sua formação.

Um ex professor pode ajudar você a conquistar uma vaga, seu colega de faculdade pode ser um colega de trabalho ou até mesmo um sócio.

Assim, cursar o ensino superior pode ampliar seus contatos pessoais e profissionais.

O primeiro passo para uma carreira

Se o seu objetivo é ter uma carreira de sucesso, independentemente da área, a educação superior também é o primeiro passo.

Na graduação, a sua visão pode mudar completamente sobre os ramos a seguir, quais os caminhos a percorrer e até a percepção do mercado, em geral.

Ao entrar na graduação, você poderá escolher um nicho de mercado, se qualificar e construir uma carreira brilhante.

Qual a diferença entre graduação e pós-graduação?

Como o próprio nome já sugere, a pós-graduação se trata de uma fase que acontece depois da graduação. Assim, para conseguir fazer uma pós-graduação, é necessário ter um diploma de conclusão do ensino superior.

A pós-graduação serve para aprofundar os conteúdos da graduação em determinada área, por isso é considerada uma qualificação maior. Assim, a pós-graduação é uma qualificação a mais, perfeita para quem quer desenvolver melhor a carreira.

Pós-graduação lato sensu e stricto sensu

A pós-graduação se divide em dois tipos: lato sensu e stricto sensu.

Lato sensu

Esse tipo de pós-graduação serve para ampliar os conhecimentos adquiridos na graduação, normalmente, mais voltados para o mercado de trabalho.

A do tipo lato sensu se divide entre dois, a especialização e o MBA. A duração mínima é de 360h e, ao finalizar, o aluno terá um certificado de conclusão.

Stricto sensu

Enquanto a lato sensu é mais voltada para o mercado de trabalho, o tipo stricto sensu se relaciona mais com o mercado acadêmico. Ela também se divide em dois: mestrado e doutorado.

Inclusive, para ingressar na carreira de docente, os alunos de qualquer tipo de graduação (bacharelado, licenciatura ou tecnólogo) ficam habilitados a serem professores do ensino superior por meio do mestrado.

Diferente do tipo lato sensu, ao finalizar a pós-graduação do tipo stricto sensu, o aluno adquire um diploma e não um certificado.

Outro fato importante é que, para cursar o doutorado, é preciso ter o diploma de mestrado.

Para escolher um dos dois, o aluno precisa analisar, principalmente, quais são os objetivos da carreira.

UFA! Agora você já sabe muito sobre o que é graduação e tudo aquilo que a cerca!

Já sabe qual curso fazer? Nós fizemos um conteúdo que pode te ajudar muito a escolher o melhor caminho a seguir. Clique aqui e confira 5 dicas para não errar na escolha do curso.
Receba seu e-Book gratuitamente

Guia de Profissões Unifor

Receba seu e-Book gratuitamente